Segunda, 14 Dezembro 2020 22:38

'Cães detetives' de Roraima serão treinados para encontrar desaparecidos

'Cães detetives' de Roraima serão treinados para encontrar desaparecidos Ascom/Polícia Civil

A identificação dos responsáveis pela morte da menina Vitória Gabrielly Guimarães Vaz, de 12 anos, em Araçariguama (SP), mobilizou dezenas de profissionais de investigação e o olfato de três cães peças-chave no esclarecimento do caso que comoveu o país. Os cães da raça Bloodhound foram decisivos para o esclarecimento do crime e prisão dos acusados.

 
 
 
Em busca de trazer esse tipo de técnica de investigação para o Estado, será feita a capacitação de profissionais de Segurança Pública de Roraima, que têm especialidade em adestramento de cachorros no uso policial.
 
 
 
A aula inaugural do curso acontecerá nesta terça-feira, 15, a partir das 8h30, na APICS (Academia de Polícia Coronel Santiago) e os instrutores farão uma palestra às autoridades locais sobre o trabalho, bem como das capacidades dessa técnica.
 
 
 
O curso Mantrailing Nível I, que utiliza a técnica de busca de pessoas por odor específico, com o uso do cão, terá participação de profissionais de Segurança do Acre e da sociedade Civil.
 
 
 
Organizadores
 
 
 
O curso será ministrado pelo GBR (Grupamento de Busca e Resgate Sul Paulista), uma entidade reconhecida nacionalmente no trabalho de busca de pessoas perdidas, bem como identificação de criminosos a partir de odor específico de um indivíduo.
 
 
 
A organização do evento é do Canil A.G PH Full Detection e ao final alguns cães participarão de uma prova de certificação para o trabalho de buscas.
 
 
 
O encerramento da capacitação ocorrerá no próximo domingo (20) e as atividades práticas ocorrerão em diversos cenários da cidade.
 
 
 
Os instrutores são Marcos Santos e Ataíde Andrade, instrutores do GBR que estarão na capital roraimense para ministrar os nove módulos do nível I, de forma intensiva aos profissionais da segurança pública e público civil.
 
 
 
 
 
Alunos da Segurança
 
 
 
Dentre os alunos, como representantes do Sistema de Segurança Pública de Roraima participarão um policial Civil, dois Policiais Militares, quatro Policiais Penais, quatro Bombeiros Militares, quatro Guardas Civis Municipais de Boa Vista.
 
 
 
Também dois Policiais Penais do Acre, três Bombeiros Militares do Acre, além de 02 participantes da sociedade civil, adestradores de cães, que, ao final, estarão aptos a auxiliar as autoridades voluntariamente no trabalho de busca de pessoas desaparecidas.
 
 
 
A Técnica
 
O Mantrailing é uma técnica de busca de pessoas com uso do cão por odor específico. O cão procura uma pessoa determinada através de uma amostra de odor da pessoa, sendo capaz de determinar se aquela pessoa esteve ou não no local do crime, ou indicar o caminho que um suspeito executou.